Biopirataria: Investigação Ilegal De Recursos No Brasil

05 Dec 2018 04:18
Tags

Back to list of posts

[[image https://1.bp.blogspot.com/-rIvO5LilOws/WDRIGghgxnI/AAAAAAAAGSA/nPZ7xjKONd8831vG7RDA_DQkMK8YTcc6QCLcB/s1600/acs%2Be%2Bace.png"/>

<h1>Rem&eacute;dio Caseiro Para C&oacute;licas Intestinais</h1>

<p>A biopirataria se caracteriza pela investiga&ccedil;&atilde;o ilegal de recursos naturais - animais, sementes e plantas de florestas brasileiras - e na apropria&ccedil;&atilde;o e monopoliza&ccedil;&atilde;o de saberes convencionais dos povos da floresta, visando lucro econ&ocirc;mico. Hoje em dia, o termo biopirataria vem sendo modificado na Organiza&ccedil;&atilde;o Mundial de Propriedade Intelectual (Ompi) para biogrilagem, que se diz a atos de apropria&ccedil;&atilde;o do entendimento convencional. Muitas comunidades usuais conhecem bem o poder de cura de determinadas plantas e sabem receitas para fazer medicamentos, ch&aacute;s e curativos.</p>

<p>Estas propriedades medicinais das plantas bem como s&atilde;o alvos da biopirataria. Desse jeito, a biopirataria n&atilde;o &eacute; somente o contrabando de numerosas maneiras de vida da flora e da fauna, mas, principalmente, a apropria&ccedil;&atilde;o e monopoliza&ccedil;&atilde;o dos conhecimentos das popula&ccedil;&otilde;es convencionais no que se exp&otilde;e ao emprego dos recursos naturais. https://frownclass3.odablog.net/2018/11/26/obsess%C3%A3o-por-dieta-saud%C3%A1vel-um-novo-transtorno-%C3%A0-vista-o-dia/ -se, assim, de um mal que enfraquece ainda mais o nosso povo, porque al&eacute;m de desprezar a nossa soberania territorial, permite que nosso patrim&ocirc;nio gen&eacute;tico e biol&oacute;gico seja explorado pela gan&acirc;ncia internacional. O termo biopirataria foi usado na primeira vez em 1993, pela ONG ambientalista RAFI, (hoje ETC-Group) pra denunciar pr&aacute;ticas em que os recursos das florestas e o conhecimento ind&iacute;gena estavam sendo patenteados por empresas multinacionais e corpora&ccedil;&otilde;es cient&iacute;ficas.</p>

<p>Em tais casos, as comunidades que durante s&eacute;culos utilizaram esses recursos e geraram esses conhecimentos n&atilde;o participam dos lucros. Portanto, a biodiversidade deixa de ser um bem comum local e se transforma em propriedade privada. leia + , pesquisadores estrangeiros desembarcam com vistos de turista e entram na floresta, diversas vezes infiltrando-se nas comunidades usuais ou nas &aacute;reas ind&iacute;genas.</p>

<p>Ali, estudam as esp&eacute;cies vegetais ou animais, seus usos e suas aplica&ccedil;&otilde;es. A seguir, com o aux&iacute;lio dos povos da floresta, coletam exemplares e, de posse dessas sugest&otilde;es, voltam a seus pa&iacute;ses, onde o conhecimento de nossas popula&ccedil;&otilde;es nativas &eacute; utilizado pelas ind&uacute;strias de medicamentos ou de cosm&eacute;ticos. simplesmente clique no seguinte web site , tendo como exemplo, o &quot;in&iacute;cio &aacute;gil&quot; de uma acordada planta, registram uma patente, que &eacute; um t&iacute;tulo de dom&iacute;nio tempor&aacute;rio outorgado pelo Estado. Este documento, concedido por um est&aacute;gio de vinte anos, lhes d&aacute; o justo de analisar comercialmente o &quot;in&iacute;cio &aacute;gil&quot; descoberto. http://www.speakingtree.in/search/saude , elas se esquecem de que as comunidades da floresta de imediato eram as verdadeiras propriet&aacute;rias desse discernimento.</p>

<ul>
<li>2 colheres de sopa de amoreira picada</li>
<li>Sanyal AJ, Chalasani N, Kowdley KV, McCullough A,Diehl AM, Bass NM, et al</li>
<li>Meio copo de &aacute;gua</li>
<li>Ap&oacute;s regresso &agrave; pol&iacute;tica, em 2006, patrim&ocirc;nio de Collor mais que duplica</li>
</ul>

<p>Desta maneira biopirataria significa: a apropria&ccedil;&atilde;o de conhecimentos e de recursos gen&eacute;ticos de comunidades de agricultores e comunidades ind&iacute;genas por indiv&iacute;duos ou por institui&ccedil;&otilde;es que procuram ter o monop&oacute;lio, quer dizer, o controle exclusivo sobre isso estes recursos e conhecimentos. d&ecirc; uma espreitadela aqui , autora do livro &quot;Biopirataria&quot; (Editora Vozes), a biopirataria pode ser entendida como a &quot;pilhagem da meio ambiente e do entendimento&quot;.</p>

<p>Segundo ela, o movimento de apropria&ccedil;&atilde;o &eacute; aproximado ao saque de recursos naturais realizados no Brasil pela data do descobrimento. http://blogartenojardim9.fitnell.com/18801714/tosse-seca-persistente o modo atual de coloniza&ccedil;&atilde;o. As revis&atilde;o ir&atilde;o para o Terceiro Universo, descobrem com que objetivos as comunidades fazem uso a biodiversidade, se apropriam desses conhecimentos e depois alegam que inventaram algo que, na verdade, j&aacute; era utilizado h&aacute; longo tempo. http://supertreinonovidades10.affiliatblogger.com/18781921/rem-dio-caseiro-pra-alergias , 2 casos s&atilde;o populares.</p>

<p>O primeiro envolve a multinacional japonesa Asahi Foods, que fez o registro de marca do nome cupua&ccedil;u. E o caso da Bioamaz&ocirc;nia, empresa que concedeu e depois retirou, por press&atilde;o p&uacute;blica, &agrave; farmac&ecirc;utica su&iacute;&ccedil;a Novartis o certo exclusivo de investiga&ccedil;&atilde;o e patenteamento da diversidade biol&oacute;gica da floresta amaz&ocirc;nica. No entanto a biopirataria n&atilde;o &eacute; uma charada exclusivamente amaz&ocirc;nica. A Mata Atl&acirc;ntica ret&eacute;m grande diversidade biol&oacute;gica, sendo muito vi&aacute;vel que de l&aacute; saiam remessas ilegais de equipamento biol&oacute;gico para o exterior.</p>

Detalhes e novas infos sobre os temas que estou falando por este website podem ser encontrados em outras p&aacute;ginas de novidades tal como http://www.speakingtree.in/search/saude .

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License